Business Village

Como melhorar a experiência do usuário no site da sua empresa

Que as empresas bem-sucedidas hoje precisam ter presença online – e sites sempre atualizados, claro – todo mundo sabe, certo? Mas isso não é a única coisa que importa – é essencial que, quem chegue até o site da sua empresa, por exemplo, consiga navegar facilmente, encontrar as informações que está buscando e ler o texto com clareza. Ou seja, investir na experiência do usuário também é importantíssimo hoje em dia. O site da sua empresa é seu cartão de visitas online e através dele podem chegar muitos novos clientes ou potenciais clientes.

 

Leia também: Quero montar um site para minha empresa, por onde começo?

 

Mas como melhorar a experiência do usuário?

 

Em primeiro lugar, acesse o site da sua empresa e observe tudo com olhar crítico – assim que você aperta o ‘enter’ na barra de endereços, a página é carregada rapidamente? Você consegue encontrar as informações principais sobre você e/ou sua empresa em poucos segundos? Ele é visualmente agradável? Ele é responsivo (ou seja, o layout é adaptável para visualização no computador, celular e tablet)? Se sua resposta for não para alguma dessas perguntas, é bastante provável que quem chega ao seu site não esteja tendo uma boa impressão da sua empresa.

 

Certas mudanças estruturais, como layout responsivo ou problemas no carregamento de imagens provavelmente vão demandar a ajuda de um programador. Outras  pequenas alterações podem ser feitas por você mesmo.

 

Saiba priorizar

 

É essencial que os usuários entendam quem você é e o que sua empresa faz assim que chegarem ao seu site. Em 2016, a Microsoft realizou uma pesquisa sobre consumo de mídia no Canadá e detectou que o tempo médio de atenção que as pessoas têm ao acessar uma página ou site, por exemplo, caiu de 12 segundos em 2000 para apenas OITO segundos em 2016. Isso é menos tempo do que dura a atenção dos peixes dourados! Ou seja, coloque o que é mais importante de forma bem visível.  

 

Aposte na responsividade

 

Você sabia que a principal forma de acesso à internet hoje no Brasil é via celular? Segundo dados divulgados em 2018 pela Agência Brasil, 49% dos lares brasileiros dependem da internet para acessar a rede. Essa foi a primeira vez que o índice foi superior ao do uso de computadores de mesa.

Ou seja, é importante que o layout do seu site esteja adaptado para acesso via smartphone. E o contrário não impacta apenas a experiência do usuário, mas também seu desempenho na indexação do Google. Se seu layout não for responsivo, mesmo que você tenha um conteúdo relevante no seu site, é possível que fique para trás nos resultados de busca.

 

Não esqueça do call to action

 

Call to action, ou CTA, basicamente são links colocados estrategicamente com o objetivo de fazer com que os usuários realizem determinada ação. Em um blog, por exemplo, podem ser links que levem a outros posts de conteúdo relacionado. Em uma loja online, pode ser o botão de colocar o produto no carrinho (ninguém quer navegar em um e-commerce e se esforçar para comprar algo, certo? É preciso que essa opção esteja clara e fácil de encontrar). No caso das lojas, o CTA secundário do site pode ainda sugerir mais produtos que tenham relação com aquele que acabou de entrar no carrinho. Em um site corporativo, pode ser um link fácil de encontrar para formulário de contato, chat ou WhatsApp corporativo.

 

Isso faz com que a navegabilidade do site seja mais fácil e clara para o usuário, que não se sente perdido tentando encontrar o que procura. Para facilitar ainda mais esse caminho do usuário até você ou sua empresa, seja específico no CTA. Faça chamadas com verbos que demandem de fato uma ação – ‘saiba mais sobre o assunto x’, ‘entenda melhor como…’, ‘compre agora e ganhe x% de desconto’. Um bom exemplo de CTA é o usado pelo site da Amazon – em qualquer página de produto que você acessar, pode encontrar uma caixa ao lado direito da página com informações como preço, porcentagem de desconto, quanto falta para o frete grátis além de, eventualmente, algumas opções de produtos relacionados. Bastante simples e efetivo ao mesmo tempo.

 

E se você pretende dar uma repaginada também em sua fanpage, aqui damos algumas dicas importantes.

 

Tags:, , , Sem Comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *